Inteligência Animal – “Explicando”

segunda-feira, 20 de janeiro 2020

Você sabia que os elefantes têm 260 bilhões de neurônios, quase três vezes mais que os seres humanos? E que o olfato dos cachorros é quase dez mil vezes mais apurado que o nosso? Sabia, também, que neurônios humanos são praticamente idênticos na aparência em comparação aos dos ratos. E tinha ideia de que os polvos são capazes de reconhecer pessoas? .

Estudos também já indicaram que chipanzés sentem empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro. Além disso, pássaros são capazes de lembrar onde distribuíram milhares de sementes de uma estação para a outra.

Tudo isso, associado ao fato de que os animais, têm sim, cultura e fazem intercâmbios de conhecimento, como as pessoas, é que queremos te convidar a assistir neste fim de semana o episódio “Inteligência animal”, da série “Explicando”, da Netflix.

Em menos de meia hora, o vídeo nos convence a aceitar que, só quando passarmos a entender que há valor na diferença e que, como seres humanos não somos melhores ou superiores que outras espécies, apenas diferentes, é que vamos ser capazes de viver em harmonia com a natureza e o Universo, que, na verdade, são a nossa essência.

Somos parte desse todo. Não estamos dissociados! E, justamente por isso, cada vez mais precisamos entender que nossa sobrevivência não se sustenta sem o que está ao nosso redor. Os animais merecem respeito, amor e cuidado. É nossa obrigação ética e moral garantir isso. 💚