A Espiral da Morte

quarta-feira, 26 de junho 2019

Nesta semana, acompanhamos notícias alarmantes sobre episódios relacionados às mudanças climáticas no Brasil e no mundo.
A NASA, por exemplo, anunciou que 2018 foi o quarto ano mais quente da história, em uma mediação que é feita há 140 anos. O Rio de Janeiro viveu os efeitos dramáticos de uma tempestade fortíssima, que chegou à cidade acompanhada de ventania, apagões, queda de árvores, alagamento de vias e até da morte de seis pessoas.
Nossa indicação no OJC Indica desta semana, portanto, tem relação absoluta com essa problemática A sugestão é do André Dias, da área de novos negócios e captação de recursos do Observatório de Justiça e Conservação (OJC). Confira o que ele diz!

 

“O jornalista Cláudio Angelo, coordenador do Observatório do Clima (@observatoriodoclima), traz no livro “A Espiral da Morte” uma reflexão fundamental sobre as mudanças climáticas no mundo causadas, principalmente, por fatores humanos.

Na obra, ele evidencia que, apesar de muitas pessoas desacreditarem no fenômeno, as mudanças climáticas estão acontecendo. E de modo muito severo. A história do aquecimento global começa a ser contada por ele a partir de suas principais vítimas: o Ártico e a Antártida, que funcionam como uma espécie de “termômetro” sobre o que ocorre na Terra de modo geral.

Além disso, o autor faz uma análise sobre as implicações sociais, geopolíticas, econômicas e culturais de grande intensidade ocasionadas pelas mudanças climáticas.

Claudio Angelo passou anos viajando e conversando com cientistas e especialistas atrás de uma resposta para a pergunta: por que, afinal, o gelo dos polos está derretendo? Isso está sendo causado ou acelerado pelo homem?

As respostas, surpreendentes e provocativas, estão no livro. Vale muito a pena a leitura!” 🌎🔥❄️