Destaque

Filme que denuncia ilegalidades do projeto de lei que quer mutilar APA da Escarpa Devoniana é lançado

Em menos de uma semana, mais de 33 mil e-mails enviados pela sociedade pedindo o arquivamento da proposta já chegaram aos deputados paranaenses. Estranhamente, alguns estão voltando

Só uma sociedade bem informada a respeito da riqueza, do valor e da importância da biodiversidade é capaz de preservá-la. Informada, a sociedade saberá o que fazer e o que não fazer. Saberá impedir que aconteçam coisas que ameacem a biodiversidade. Saberá transformá-la em um tema decisivo na política.

Washington Novaes, jornalista

Veja o mapa da degradação das Florestas com Araucárias

Notícias

OJC Investiga

OJC Investiga – Governo do Paraná usa dados falsos para repassar ICMS Ecológico

Documentos internos comprovam prática ilegal que pode estar acontecendo desde 2016. Ministério Público recomenda auditar contas dos repasses dos últimos anos. Até o dia 30 de dezembro ainda existe remota possibilidade de que o governo recue da posição

OJC Investiga

OJC Investiga – Sem operação Mão Única, trânsito do litoral do Paraná viverá novo caos

Em novembro, motoristas demoraram cinco horas para retornar do feriado da Proclamação da República. Depende do governo estadual se a cena se repetirá durante esta temporada de verão

OJC Investiga

OJC Investiga – Cidade tenta salvar cachoeiras e consegue sua primeira vitória

IAP informa que até segunda ordem, as licenças para as hidrelétricas que mudariam curso de rio encontram-se desde o segundo semestre deste ano suspensas

Salve a Ilha do Mel

Intenção de construção de porto no Paraná envolve histórico de grilagem, corrupção, abusos públicos e privados e violência contra as pessoas

História começa a ser contada por meio de um filme, que teve o primeiro capítulo lançado no último sábado (02). Produção integra campanha que busca defender que o desenvolvimento do litoral do Estado precisa passar pela valorização do turismo

Salve a Ilha do Mel

Projeto de desenvolvimento turístico ao litoral do Paraná pago pela sociedade é apresentado ao Governo do Estado

Solução foi desenvolvida por arquitetos e engenheiros pagos com recursos de financiamento coletivo. Proposta é mais barata e troca a instalação de um complexo industrial portuário por investimentos em turismo, ciclismo e esportes de natureza

Salve a Ilha do Mel

Exposição fotográfica e ato na Avenida Paulista levam à São Paulo informações sobre porto privado que pode ser feito em frente à Ilha do Mel

Ações levaram à capital paulista esclarecimentos sobre os prejuízos que a possível instalação de um porto em frente à Estação Ecológica, que é também um patrimônio da humanidade, pode causar para a natureza e a sociedade

Salve a Ilha do Mel

Observatório de Justiça e Conservação leva oficina de fotografia e mídias sociais para moradores da Ilha do Mel

Encontros ocorreram dias 13 e 20 de julho, durante a Festa da Tainha, e levaram aulas de fotografia, edição de imagens, redes sociais e ensinamentos sobre biodiversidade e ameaças que empreendimentos portuários impõe às regiões que ocupam

Salve a Ilha do Mel

Entidades lançam financiamento coletivo para propor solução de estrada alternativa para Pontal do Paraná

Movimento em defesa do litoral do Estado e da Ilha do Mel é contrário à construção de um porto privado viabilizado com milhões de dinheiro público e de uma rodovia questionável e ineficiente, que pode ser feita só para atendê-lo

Saiu na imprensa

Opinião

Óleo nas praias do Nordeste, grilagem nas praias paranaenses

A atual gestão pode fazer história por investir com seriedade em turismo no litoral do Estado ou por condenar irreparavelmente a vocação de um dos trechos mais singulares do litoral brasileiro

Ver mais

O divertimento pessoal de alguns ameaça a fauna do país todo

A estrutura de fiscalização e controle das normas de caça no país – sejam furtivas ou de caça esportiva – é deplorável

Ver mais

Porque nós, jovens, precisamos nos mobilizar pelo meio ambiente?

“Ao longo de minha pesquisa, percebi que os danos ambientais e socio-econômicos que essa construção pode acarretar são chamados de intergeracionais, ou seja, serão enfrentados pelas futuras gerações, sendo também, na maioria dos casos, irreversíveis.”

Ver mais

Reportagem especial

Mais de uma década depois de criadas, unidades de conservação federais sofrem com a falta de recursos públicos

Elas foram legalmente criadas entre 2005 e 2006 para proteger importantes remanescentes de Floresta com Araucária e Campos Naturais no Paraná e Santa Catarina, mas falta de recursos federais impede que sejam desapropriadas e prestem serviços ecossistêmicos e turísticos efetivos à população

Galeria de fotos

Conheça as surpresas que escondem a Floresta com Araucária e os Campos Naturais – Fotografias de Zig Koch